Uncategorized

Bolsonaro aposta que ‘fissura’ entre generais leve à queda de Maduro

Na live pelo Facebook, Jair Bolsonaro disse que há uma tendência de que divisão entre militares de baixa patente na Venezuela sobre o apoio a Nicolás Maduro chegue às mais altas patentes.

“Há uma fissura no Exército da Venezuela nas patentes mais baixas e a tendência é essa fissura subir e atingir o alto escalão dos generais”, disse o presidente.

Ao lado, o chefe do Gabinete de Segurança Institucional, general Augusto Heleno, disse que a queda do ditador não é fácil porque ele aliciou cerca de 2 mil generais, com cargos de salários altos, influência na economia do petróleo e atuação no tráfico de drogas. As informações são d’O Antagonista.

“As pressões internacionais podem pouco a pouco mostrar ao pessoal da população civil que ainda não compreendeu a gravidade do problema e principalmente mostrar aos oficiais de alta patente que eles precisam ter o patriotismo, se voltar para trazer a Venezuela de novo para o caminho da liberdade e da democracia”, afirmou o ministro.

1 Comentário

  1. PORQUE ESSE PRESIDENTE NÃO PARA DE SE METER EM COISAS DE OUTRO PAIS E COMEÇA A ACHAR UM JEITO DE PROPORCIONAR AO SEU POVO, ALGO DE BOM NA ECONOMIA,COMO BAIXA DE JUROS DOS BANCOS E CREDITO A JUROS BAIXOS PRA AS EMPRESAS.

Comente