Uncategorized

Muçulmanos da fronteira iniciam celebrações do Ramadã

Os muçulmanos que vivem na tríplice fronteira entre o Brasil, Paraguai e Argentina, iniciaram nesta segunda-feira (6) as celebrações do Ramadã, mês sagrado para o Islamismo e o mais importante do calendário religioso. Informações do G1.

Em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, que reúne a segunda maior comunidade de língua árabe do país, com cerca de 20 mil representantes, as atividades na mesquita sunita começaram com a primeira das cinco orações do dia e a leitura do Alcorão, livro escrito pelo profeta Maomé.

De acordo com a tradição islâmica, este período de 30 dias é reservado à reflexão, à solidariedade e a alguns sacrifícios como o jejum total – de alimentos e de água – do nascer até o pôr do sol. Durante a noite, porém, a alimentação é restrita, sem exageros.

O fim do Ramadã – previsto este ano para 4 ou 5 de junho, conforme o calendário lunar – é comemorado com um café da manhã coletivo na mesquita.

Comente