Uncategorized

Coaf investiga operações financeiras de advogado de Beto Richa

Pois, pois, o Coaf, que continua a serviço do ministro da Justiça, Sergio Moro, investiga “movimentações atípicas” nas contas bancárias do advogado Eduardo Sanz, que defende o ex-governador Beto Richa e sua mulher, Fernanda Richa

segundo a colunista Monica Bergamo, o Coaf não informa as razões da investigação. A OAB nacional quer esclarecimentos do ministro Sérgio Moro. A OAB/PR entrou na defesa do advogado. “Um advogado só poderia ter o sigilo de suas operações financeiras quebrado caso estivesse sendo formalmente investigado —o que não é o caso. Advogado não é criminoso”, diz o presidente da OAB paranaense, Cássio Telles.

3 Comentários

  1. jose carlos santos Reply

    Já não basta o STF, agora todos do diretio viraram santo?

  2. Há controversias, se está recebendo dinheiro de corrupção tem que investigar sim.

Comente