Uncategorized

Lula diz à BBC que Bolsonaro tem início “extremamente desastroso”

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou na noite desta sexta-feira, 10, que o presidente Jair Bolsonaro tem um início de mandato “extremamente desastroso”. Em entrevista à BBC World News, da Grã-Bretanha, Lula afirmou que tem a impressão de que Bolsonaro “não sabe lé com cré”. “É um doente que acha que o problema do Brasil se resolve com arma, o problema do Brasil se resolve com livro, com escola”, disse. As informações são do Broadcast/Estadão.

Lula disse que Bolsonaro defende “barbaramente um Estado armado e policialesco”. “Ele acaba de autorizar que fazendeiro pode utilizar arma e atirar em quem quiser”, declarou.

Na opinião de Lula, Bolsonaro corre atrás de filho para apagar um incêndio por dia. “O que se apresenta publicamente é um negócio incontrolável. Pelo bem do Brasil, eu espero que ele aprenda.”

O ex-presidente criticou também o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, que, quando juiz em Curitiba, o condenou à prisão pelo caso do triplex do Guarujá (SP). De acordo com Lula, Moro não nasceu para a política, mas sim para “se esconder atrás de uma toga e ficar lendo o Código Penal”.

O ex-presidente prosseguiu afirmando que o ministro da Justiça e Segurança Pública deveria se expor ao debate. “Eu, por exemplo, adoraria se sair daqui e fazer um debate com Moro sobre os crimes que eu cometi”, acentuou. “Não acredito que Moro durma com a consciência tranquila; não tenho ódio, tenho muita tranquilidade.”

“Esse apartamento, esse maldito apartamento, para ser meu, tem que ter um contrato, documento, pagamento. A única coisa que me interessa é a minha inocência e eu vou brigar até o últimos dias da minha vida para prová-la”, disse.

Corrupção
Para Lula, a corrupção não tem um peso “a ponto de atrapalhar o crescimento da economia no Brasil”. O ex-presidente afirmou acreditar que o que atrapalha o desenvolvimento é o fato de o País “nunca ter pensado efetivamente em se desenvolver”. “O Brasil se contentou em ser o que é, um país para 35 milhões, e o restante que seja número estatístico.”

O ex-presidente acrescentou também que vai “brigar” para que os “setores progressistas” da sociedade voltem a governar o País. “Não é possível a gente conviver com uma quantidade de mentira que nós estamos convivendo.”

Dilma
Na entrevista, Lula admitiu que, “às vezes, se lamenta por não ter sido mais incisivo” com a então presidente Dilma Rousseff “para fazer algumas coisas”. O ex-presidente, no entanto, não entrou em detalhes. Ele afirmou que os protestos de 2013 não foram avaliados corretamente pelo PT. “Aquilo já fazia parte da arquitetura política para derrubar o governo”, apontou.

8 Comentários

  1. Como é possível alguém dar crédito para um presidiário que levou o país a destruição econômica,cujos principais auxilares estão presos e condenados como ele, que usou criminosamente o Bolsa Família no nordeste no lugar de abrir frentes de trabalho, e ainda se achar no direito de criticar um sistema que tenta limpar a merda que ele e seus asseclas fizeram durante vinte anos?. Por que o repórter não perguntou a ele sobre a Petrobrás, sobre os financiamentos que ele fez aos países da sua ideologia política?E por último, por que não pediu ao Lula a opinião dele sobre o que acontece na Venezuela? Que tipo de entrevista é esta que não mostrou nenhuma novidade a não ser ele dizer que é vítima de perseguição e que no mundo, só Deus é mais honesto do que ele? Fabio, acompanho você porque as vezes consigo ler alguma coisa que não seja ouvir os derrotados. Entrevista se faz com vencedor e não com perdedor.

  2. Infelizmente senhor jornalista Fabio Campana, tem gente como Vs. Q ainda tentam dar importância a um canalha, ladrão, vagabundo e sem verygonha como este.

    O q ele diz é apenas para se manter na mídia igual a sua para q seus aceclas não o esqueçam. Vs deveria como a grande maioria da população de Curitiba esquecer q um dia este crápula dirigiu ao abismo os destinos deste país.

    Me desculpe mas acho q suas publicações neste sentido não contribui em nada com o povo serio e trabalhador do Brasil.

  3. Caro Fábio, essa entrevista não possui um pingo de verdade, pode ser até montada. Foi realizada com um condenado há 24 anos de penitenciária. Sendo que desse prazo, 12 anos já passou por julgamento e condenações em 3 instâncias. Quanto ao armamento, está preocupado com as mortes dos bandidos, dos cumpanheros do MST, que agora quando invadirem propriedades, serão recebidos a bala, muita bala. A sociedade, está em paz. Atenciosamente.

  4. Os estranjas adoram comunistinha…Levem pra governar a Inglaterra..
    Pimenta no rabo dos outrros é refresco.
    Extramamente desastroso foram os 16 anos dos PTralhas LULARÁPIO e DILMA presidANTA, com 12 milhões de desempregados, saúde e educação falidos, Petrobrás saqueada, Passadena..etc.
    Governo de gafanhotos, onde passaram acabaram com tudo..
    #LULA ESTÁ PRESO SEUS BABACAS….

  5. Até quando um prisioneiro julgado condenado ladrão vai ficar dando conselhos a outros????? Ainda com créditos na imprensa antes comprada e vivente de jabaculês.

Comente