Uncategorized

CNMP instaura reclamação contra Deltan e Pozzobon

O Conselho Nacional do Ministério Público acolheu um pedido do PT e instaurou uma reclamação disciplinar contra os procuradores da Lava Jato Deltan Dallagnol e Roberson Pozzobon. Os petistas querem o afastamento dos procuradores, além da instauração de processo administrativo disciplinar com base nas informações vazadas e publicadas pelo The Intercept Brasil de que Deltan teria discutido a criação de uma empresa no qual ele não apareceria como sócio e que lucraria com as palestras dele sobre a operação. Já no despacho, o Corregedor Nacional do Ministério Público Orlando Rochadel Moreira argumenta que a “ampla repercussão nacional” do caso “demanda atuação da Corregedoria Nacional”. As informações são do BR18, Estadão.

“Sem adiantar qualquer juízo de mérito, observa-se que o contexto indicado assevera eventual desvio na conduta de Membros do Ministério Público Federal, o que, em tese, pode caracterizar falta funcional, notadamente violação aos deveres funcionais insculpidos no art. 236 da Lei Complementar nº 75/93”, escreve Moreira. “Neste momento inicial, é necessária análise preliminar do conteúdo veiculado pela imprensa, notadamente pelo volume de informações constantes dos veículos de comunicação”, diz no despacho.

3 Comentários

  1. BENEDITO MACIEL DE GÓES Responder

    – Será que o corporativismo deixará esta reclamação ir adiante?

  2. Inversão total…os LULARÁPIOS e CORJA e Cia nada fizeram…
    Os culpados são os juízes.
    Prendam os juízes e soltem os ladrões

  3. Depois dizem que são sérios. Jogaram no lixo todo um trabalho contra a corrupção no Brasil, após este modo não justo de julgamento. Todos tem direito a plena defesa na Constituição. Se fizeram isso com um ex- Presidente, imaginem contra um cidadão comum.

Comente