Uncategorized

Após campanha apócrifa, Adriana Sydor é exonerada na Rádio Educativa


Durante meses, Adriana Sydor sofreu ataques incessantes através da internet. Foram e-mails, mensagens, posts, WhatsApp e todos os canais eletrônicos existentes a denegri-la e a exigir sua demissão. Venceu o ataque das sombras. No final da tarde de hoje ela foi comunicada de sua exoneração do cargo de diretora das rádios AM e FM. É absurda, grotesca, impiedosa e absolutamente injusta a sua demissão.

Adriana Sydor, que também é colunista da revista IDEIAS e publica seus livros pela Travessa dos Editores, já tinha exercido esse mesmo cargo de diretora das rádios em governo anterior. Tem larga experiência como funcionária da rádio e vinha fazendo um trabalho de reestruturação das emissoras e mudanças na programação.

Sua demissão causou revolta entre os funcionários e indignou gente do meio, artistas, intelectuais, a intelligentsia inconformada com o golpe.

5 Comentários

  1. antonio carlos Reply

    Uau pelo sucessor da moça vamos saber quem realmente fez a caveira da moça. É uma pena que o governador e o secretário de estado se renderam a cobrança do cargo, porque se trata sim de cobrança de promessa. Uma pena

  2. QUESTIONADOR Reply

    -Não é somente o povão que sofre injustiças…jornalistas também.

  3. O que seria um ataque das sombras? O texto não esclareceu nem informou nada. Só um monte de palavras desconexas pra defender a moça indefensável. Se os ouvintes querem ela fora, pq não tirar???

  4. Josmar machado barbosa Reply

    É muito engraçado o que estamos vivendo hoje!
    Um jornalista e demitido ou apresentador, um artista ou qualquer outra pessoa que seja conhecido ou não…pronto ja vem os doutores da verdade absoluta em defesa… há são profissionais excelentes que só fazem seu papel ..tipo essa ai agora….se era uma jornalista excelente como falam… então onde estavam nesses 16 anos de roubo, corrupção, e o roubo não foi pouco. Porque não ficaram em cima denunciando expondo atacando….isso é ser jornalista de respeito e imparcialidade?

Comente