Uncategorized

Governo protocola projeto de lei que trata da data-base do funcionalismo

O Governo do Estado protocolou na Assembleia Legislativa, nesta sexta-feira (09), substitutivo geral do projeto de lei que trata da data-base do funcionalismo. A proposta altera datas e percentuais em relação ao texto original, conforme acordado com representantes dos servidores no mês passado. As informações são do Bem Paraná.

O índice total do reajuste é de 5,08%, com a aplicação de uma parcela de 2% em janeiro de 2020 e mais duas parcelas, de 1,5% cada, em janeiro de 2021 e em janeiro de 2022. O impacto total sobre a folha do Executivo será de R$ 2,1 bilhões.

Segundo o governador Carlos Massa Ratinho Junior, houve um esforço para adequar os índices de outubro e março, indicados na proposta inicial, em uma única parcela de 2%, em janeiro próximo, atendendo ao pedido dos servidores.

O reajuste de 2% vai representar um aumento de R$ 400 milhões na folha de pagamento do Executivo em 2020. São R$ 15 milhões a mais do que o projetado no texto anterior.

10 Comentários

  1. Quem aceitou essa proposta, isso parece brincadeira, 4 anos sem reajuste da inflação e vem essa esmola paga em 3 anos, não paga nem uma cesta básica. Talvez essa esmola sirva para quem ganha autos salários, a classe baixa do funcionalismo estão ferrados!

  2. 7 meses e já se consagrou como o pior e mais inoperante governador da historia do Estado do Paraná. Só marketing, nada mais que isso…..

  3. Fatima Vicente Responder

    Pague o que nos deve todos os anos. O impCto não é problema nosso. Qtal parar de gastar em propaganda enganosa?

  4. Ana Lúcia Silveira Responder

    E os próximos índices da inflação… 2020? 2021? 2022? Ou agora à inflação vai estagnar?

Comente