Uncategorized

Juiz recusa ação contra Barros

O juiz federal Friedmann Anderson Wendpap, da 1ª Vara Federal de Curitiba julgou improcedente a ação popular proposta contra o ex-ministro da saúde Ricardo Barros. A ação justificava-se pela acusação de utilização de avião da Força Aérea Brasileira (FAB) para fins particulares.

O fundamento da ação popular afirmava que Barros, na qualidade de Ministro de Estado, teria realizado oito viagens para fins pessoais com o avião da FAB o que caracterizaria ato de improbidade administrativa a custo do erário.

O magistrado entendeu como improcedente o pedido, uma vez que foram comprovadas nos autos que as viagens deram-se em razão da função pública.

2 Comentários

  1. SERGIO SILVESTRE Responder

    E Renan Calheiros que usou avião da FAB para ir a Maceió varias vezes fazer sessões de implante de cabelo?

Comente