Uncategorized

Quem mais aprova Moro e Bolsonaro

Neste recorte da pesquisa Datafolha, veja quem mais aprova o Ministro Sergio Moro e o Governo Bolsonaro:

Brancos

Moro: 60%
Bolsonaro: 36%

Evangélicos

Moro: 61%
Bolsonaro: 37%

Moradores do Sul

Moro: 64%
Bolsonaro: 37%

Sobre a pesquisa
Margem de erro: 2 pontos percentuais para mais ou para menos;
Entrevistados: 2.878 pessoas com 16 anos ou mais em 175 municípios;
Quando a pesquisa foi feita: 29 e 30 de agosto;
Nível de confiança: 95%;
Contratante da pesquisa: “Folha de S.Paulo”.

4 Comentários

  1. O Dr. Sergio Moro é considerado um herói nacional pela sua coragem na atuação como Juiz da Lava Jato. Já o Bolsonaro não detém a mesma avaliação pública, pois precisa provar para obter tal outorga. Acredito que esta condição diferencial e a causadora dos atritos do Presidente com o Dr. Moro .Alias, a pior coisa do mundo é quando ha ciúmes de um homem e relação a outro homem

  2. Ao meu ver, o que mais preocupa o Presidente Jair Bolsonaro, é a popularidade capilar do Ministro Sergio Moro, que a continuar neste ritmo será um forte candidato a sua sucessão(do presidente) nas próximas eleições. Crédito por crédito, Moro tem, mais que Bolsonaro independente da faixa social ou econômica do entrevistado.A população avalia também, o que cada um representa para um mundo melhor. Esta sim é a maior preocupação do ex-capitão em quem votei e fiz campanha para Presidente da República. Nada que não se resolva com uma boa conversa e uma assessoria desapaixonada dos dois lados. Agora, ficar de picuinha só serve para diminuir o chefe maior que mais parece um estudante do fundamental quase entrando para o regular: pensa que sabe tudo mas ainda não aprendeu nada.

  3. Ursula Andréa Uszacki Responder

    Sério mesmo??? Que credibilidade o Datafolha pode ter, fazendo uma pesquisa tão preconceituosa????
    Numa (a que menos apoia Moro e Bolsonaro) o povo alvo foram estudantes, desempregados e nordestinos.
    E na outra (que aprova Moro e Bolsonaro) Brancos, evangélicos e moradores do sul.
    Primeiro é do jornal a Folha, segundo se quiser ter alguma credibilidade, faça uma pesquisa onde não se rotule as pessoas, como todo esquerdista gosta de fazer.
    AH! Esqueceram das feministas e dos LGBT, dos amarelos, dos índios, dos gordos, dos magros, dos autistas, sindromes de down…
    Que feio, Datafolha!!!

Comente