Uncategorized

Deboche: Bolsonaro põe humorista para falar com imprensa


Depois do resultado fraco do Produto Interno Bruto (PIB) em 2019, com crescimento de apenas 1,1% no ano, o presidente da República, Jair Bolsonaro, escalou nesta quarta-feira (4)um humorista para responder perguntas dos jornalistas sobre o ritmo da atividade. O primeiro PIB de Bolsonaro é pior do que o último do ex-presidente Michel Temer.

“PIB? O que é PIB? Pergunta para eles (jornalistas) o que é PIB”, disse Bolsonaro ao humorista Márvio Lúcio, conhecido como Carioca, da TV Record. Na continuidade, um jornalista reforçou que a pergunta era dirigida para o presidente, e não para o humorista. “Paulo Guedes, Paulo Guedes”, reagiu Carioca. “Posto Ipiranga”, sugeriu Bolsonaro ao humorista, rindo.

Vestido como Bolsonaro, inclusive com uma réplica da faixa presidencial, Carioca usou a estrutura da Presidência para oferecer bananas aos jornalistas em frente ao Palácio da Alvorada – nenhum jornalista aceitou. O humorista também pediu para ser questionado pelos profissionais como se fosse o presidente, o que não ocorreu.

Depois, o próprio Bolsonaro apareceu e quis participar da encenação que foi combinada um pouco antes. Carioca participou de um café da manhã no Alvorada que reuniu o presidente, ministros e parlamentares do PSD.

Na conversa com o humorista, Bolsonaro afirma ser “agredido” pela imprensa e pede que ele “fale em seu lugar” em frente à residência oficial. “É impressionante que eles (imprensa) ficam me agredindo. Todo dia eles estão lá fora. Estou há duas semanas sem falar com eles. Fala no meu lugar. Vou te dar a palavra”, disse Bolsonaro.

O vídeo do café da manhã de Bolsonaro com o humorista foi divulgada pelo site Folha do Brasil, que publica notícias favoráveis ao governo.

Na conversa, em tom de piada, Bolsonaro fala sobre política externa e faz piada com o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro. “Quem é o único gordo da Venezuela?”, questiona após ser questionado se conhece o venezuelano. (De O Estado de S. Paulo).

Comente