Uncategorized

Coronavírus: 25% dos mortos não são do grupo de risco

O avanço do coronavírus nas favelas brasileiras pode ser o fator responsável pela mudança de perfil das vítimas da doença no país. Segundo um levantamento do jornal O Globo com base em dados do Ministério da Saúde, 25% dos mortos têm menos de 60 anos e nenhuma comorbidade – como diabetes, hipertensão e problemas respiratórios. O número teria disparado nos últimos quinze dias. A relação entre renda e mortalidade seria justificada pela falta de recursos básicos, como água e saneamento, nas residências periféricas. As informações são da VEJA.

1 Comentário

Comente