Uncategorized

Descida lenta

O epidemiologista Roberto Medronho, da UFRJ diz que “agora, estamos numa subida continua até o pico da epidemia”. E emenda: “Depois, a descida será lenta”. Ele é radicalmente contra o isolamento vertical de Bolsonaro. “Não se pode baixar a guarda. Tudo o que não queremos ver é caminhões do Exército levando corpos para outras cidades por falta de vaga nos cemitérios. E isso ocorreu na Lombardia, a região mais rica de um país do primeiro mundo”.

Comente