Uncategorized

Justiça mantém plantão para vítimas de violência doméstica

Por determinação do secretário Ney Leprevost, a Secretaria da Justiça, Família e Trabalho está mantendo um plantão para atendimento a mulheres vítimas de violência doméstica no Centro de Referência no Atendimento à Mulher Vítima de Violência (CRAM).

O período de confinamento têm imposto às famílias o isolamento social. Com isso, os agressores passam mais tempo no espaço doméstico e tendem a responder com violência a situações cotidianas. “A violência doméstica, que sempre apresentou índices alarmantes, infelizmente aumentou neste período, fazendo com que ações voltadas à prevenção e ao auxílio das vítimas sejam prioridades”, afirmou Mara Sperandio, chefe do Departamento de Garantias dos Direitos da Mulher.

No CRAM, estão sendo oferecidos os atendimentos psicológico e jurídico totalmente gratuitos. Para maiores informações ou marcar horário de atendimento, basta ligar para o telefone 41.3338.1832 ou comparecer pessoalmente na Rua do Rosário, 144, Centro de Curitiba, das 13 às 17 horas. O atendimento psicológico é feito às 2ª, 4ª e 6ª feiras e, o atendimento jurídico, às terças e quintas.

Violência – O Departamento de Garantias dos Direitos da Mulher informa ainda, que em caso de violência doméstica os canais de denúncia são os telefones 180 (nacional) e 181 (estadual), que funcionam 24 horas por dia. O disque denúncia 181 está num ambiente seguro, com certificação digital, para que possa fazer sua denúncia com total tranquilidade. Não é necessário se identificar e o sigilo das informações será preservado.

Caso o crime que deseja denunciar esteja acontecendo no momento da denúncia, o recomendado é ligar para o 190 – telefone do serviço de emergência da Polícia Militar do Paraná.

Comente