Uncategorized

MBL quer anular nomeação de Rolando de Souza na direção da PF

O Movimento Brasil Livre protocolou na Justiça Federal de Brasília ação popular para anular a nomeação do delegado Rolando Alexandre de Souza como novo diretor-geral da Polícia Federal.

No pedido, o advogado Rubens Nunes diz que ele também está alinhado a “interesses escusos” de Jair Bolsonaro, pela proximidade com Alexandre Ramagem e por já ter substituído o superintendente da PF no Rio de Janeiro.

“A medida em comento apunhala não apenas os princípios da moralidade e legalidade, mas a moral de todo brasileiro o qual deposita a confiança e fé nas instituições públicas e as vê sendo vilipendiadas por interesses familiares em favor do ‘Rei’, que se porta acima de tudo, acima do bem e do mal e imune às normas legais vigentes no país”, diz a ação.

O MBL também argumenta que a escolha coloca em risco a lisura e imparcialidade da PF, pela possibilidade de atrapalhar a investigação no Supremo sobre a suposta ingerência política de Bolsonaro na corporação.

A decisão caberá à 8ª Vara Federal Cível do Distrito Federal.

3 Comentários

  1. NÃO VOTE EM QUEM JÁ FOI Responder

    Um bom nome para comandar a PF seria do Zé Dirceu. Também está disponível o Sr. Jorge Mario Bergoglio.

  2. SERGIO SILVESTRE Responder

    UM BOM NOME PARA COMANDAR UMA ZONA ,SERIA A MÃE DESSE VAGABUNDO SEM NOME QUE POSTOU ACIMA.

  3. Sérgio Silvestre, vulgo SS Calça Frouxa ou bunda tatuada, mas quem comanda a zona você conhece bem, desde criança e não vai perder o posto, fique descansado.

Comente