Uncategorized

Regina Duarte minimiza ditadura e interrompe entrevista à CNN

Em entrevista exclusiva à CNN nesta quinta-feira (07), a secretária de Cultura Regina Duarte minimizou a ditadura afirmando que “sempre houve tortura e que não quer arrastar um cemitério”. Após a fala, Regina Duarte desconversou sobre o tema cantando trecho do hino da Copa de 1970.

A secretária afirmou que descarta a demissão e que pretende permanecer no governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). A entrevista foi interrompida pela secretária após a exibição de um depoimento enviado à CNN pela atriz Maitê Proença.

7 Comentários

  1. ESTAMOS DE OLHO Responder

    nao assisti a entrevista,mas se foi conduzida com objetivo de armadilha tipica de jornalista de esquerda ,que alias e a maioria ,mas e claro que tem que se esquivar e debochar mesmo,ate se fosse comigo faria pior,parabens
    eterna namoradinha do brasil.

  2. OBSERVADOR ATENTO Responder

    Tinha uma grande admiração pela Regina Duarte. Tinha porque a postura da Secretaria foi decepcionante, Demonstrou despreparo , e desrespeito com o povo brasileiro, com seus colegas artistas e com a imprensa.

  3. ESTAMOS DE OLHO Responder

    o bunda tatuada ,broxa,cala sua boca de latrina,respeite a opiniao dos demais seu pederasta vermelho.

Comente