Uncategorized

Bolsonaro vai entregar resultados de exames ao STF

A AGU (Advocacia-Geral da União) decidiu entregar os exames do presidente Jair Bolsonaro para coronavírus em mãos no gabinete do ministro Ricardo Lewandowski, do STF (Supremo Tribunal Federal).

Ele tinha sido sorteado como relator de ação em que o jornal O Estado de S. Paulo pedia a suspensão de decisão do presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ) João Otávio Noronha, que desobrigava o presidente de apresentar exames feitos para detectar se ele já foi infectado pelo novo coronavírus.

O jornal alegava que ela tinha interrompido “a livre circulação de ideias e versões dos fatos, bloqueou a fiscalização dos agentes públicos pela imprensa e asfixiou a liberdade informativa” do jornal.

A Justiça já deu ganho de causa duas vezes ao jornal, determinando que Bolsonaro mostre o exame: uma na primeira instância, e a segunda no Tribunal Regional Federal da 3ª Região.​

A AGU recorreu, alegando que o presidente tem direito à privacidade.

Bolsonaro fez testes para coronavírus nos dias 12 e 17 de março. Afirma que os resultados foram negativos, mas se nega a mostrá-los.

Folhapress.

3 Comentários

  1. Entregar ou não entregar não quer dizer nada, como deu: isto é nada.
    Como se sentem os generais que tem que prestar continência ao um capitão, por isso que não deu em nada a convocação dos mesmos.

  2. Luiz Eduardo Kossatz Hunzicker Responder

    Qual é o limite de cagadas que um PRESIDENTE pode fazer no desempenho das suas funções ? Vejam bem, Presidente da Republica! Vale dizer que as entrevistas a cada chegada e saídas do presidente no puxadinho do Planalto.Ele próprio esta se afundando no conceito popular. Milhões de brasileiros estão sentindo se traídos, enganados. Durante a campanha ele O MITO Bolsonaro . Agora tem atitudes de moleque , atitudes de mico de circo. Alem de tudo seu estopim e curto, atitudes belicosas.

  3. Se não fossem os exames, a mídia carcinogênica encontraria outro motivo para empastelar Bolsonaro. Há de se resistir ao Estado nazifascista que quer saber de tudo, se intrometer em tudo até na vida privada, O Estado policial que nem Himmler concebeu.

Comente