Uncategorized

PF conclui que facada contra Bolsonaro não teve mandantes

A Polícia Federal (PF) concluiu em um segundo inquérito que não houve mandantes para o ataque a faca contra Jair Bolsonaro em Juiz de Fora (MG) durante sua campanha presidencial pelo PSL em 2018. AS informações são do G1.

De acordo com a investigação, coordenada pelo delegado Rodrigo Morais e entregue nesta quarta-feira (13) à Justiça Federal em Juiz de Fora, o autor da facada, Adélio Bispo de Oliveira, agiu sozinho, por iniciativa própria e sem ajuda de terceiros, tendo sido responsável tanto pelo planejamento da ação criminosa quanto por sua execução.

“O que a investigação comprovou foi que o perpetrador, de modo inédito, atentou contra a vida de um então candidato à Presidência da República, com o claro propósito de tirar-lhe a vida”, destaca o delegado no inquérito.

Ainda segundo as investigações, não foi comprovada, por exemplo, a participação de agremiações partidárias, facções criminosas, grupos terroristas ou mesmo paramilitares em qualquer das fases do crime (cogitação, preparação e execução).

O primeiro inquérito sobre o caso tinha sido concluído já em setembro de 2018, mesmo mês e ano que o crime ocorreu. A investigação inicial já havia considerado que Adélio Bispo agiu sozinho no momento do ataque e que a motivação teria sido “indubitavelmente política”. Ele então foi indiciado por prática de atentado pessoal por inconformismo político, crime previsto na Lei de Segurança Nacional.

A segunda apuração foi iniciada por decisão da própria PF para assegurar que não houve a participação de terceiros, com um eventual mandante – hipótese que acabou sendo descartada.

6 Comentários

  1. SERGIO SILVESTRE Responder

    Essa historia do Adelio eu não engulo,o sujeito não era louco?Nao ficou um tempo num manicômio?Da-se a impressão que tem algo de podre nisso,até o Bolsonaro fala que precisa investigar ,mas ele proprio não move uma palha para isso.Ai tem coisa feia,pode crer.

  2. Agora eu tenho certeza que a POLICIA FEDERAL não é seria neste pais, a quem querem proteger?
    PIADA DE MAU GOSTO QUE PF NOS PREGA.

  3. /KKK é agora que o boçal acaba de vez com a PF. O delegado encarregado do caso e os agentes também envolvidos na investigação, vão todos para a rua. Lugar de incompetente não é no serviço público, muito menos ainda na PF. Ou acham os mandantes, porque eu sei que tem, ou vão todos parar na rua. Quero os nomes para ontem. E tenho dito, ou todo mundo vai ter o mesmo destino do Moro.

  4. NÃO VOTE EM QUEM JÁ FOI Responder

    Eu acho que o autor intelectual deste atentado foi o, tchan..tchan..tchãn.., SS. bunda tatuada.

Comente