Uncategorized

Celso de Mello envia à PGR pedido de investigação contra Eduardo

VEJA

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal, encaminhou na noite desta sexta-feira, 29, ao procurador-geral da República Augusto Aras pedido de investigação contra o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) por suposta prática de crime contra a Lei de Segurança Nacional.

O ministro tomou a decisão após o filho do presidente Jair Bolsonaro afirmar que não se trata de uma questão de ‘se’, e sim ‘quando’ o pai adotará uma ‘medida energética’ após operação da Polícia Federal no inquérito das ‘fake news’ atingir aliados do governo.

“Quando chegar ao ponto em que o presidente não tiver mais saída e for necessário uma medida energética, ele é que será taxado como ditador’, disse Eduardo, em live transmitida pelo canal do blogueiro Allan dos Santos, um dos alvos da operação que mirou empresários, políticos e apoiadores do governo investigados por integrar esquema de disseminação de ‘fake news’, além de fazer ameaças e ofensas contra o STF.

No pedido, Celso de Mello destacou que é imprescindível ‘a apuração dos fatos delatados, independente das pessoas que estejam envolvidas, mesmo que se trate de alguém investido de autoridade na hierarquia da República, independentemente do Poder (Legislativo, Executivo ou Judiciário) a que tal agente se ache vinculado’.

O decano ressalta que a comunicação ‘nada mais traduz senão formal provocação dirigida’ à PGR, que deverá opinar pelo oferecimento de denúncia, solicitação de mais esclarecimentos ou diligências, ou o arquivamento do caso.

Pelo mesma declaração, Eduardo Bolsonaro também foi alvo de representação no Conselho de Ética da Câmara. A ação foi protocolada pelos partidos de oposição, que classificaram a fala como um atentado ao Estado Democrático de Direito. De acordo com os parlamentares, o filho do presidente demonstrou que ‘há em curso uma articulação’ para deflagrar uma ruptura institucional.

O deputado federal já responde a um processo no Conselho de Ética por afirmar, no dia 31 de outubro do ano passado, que “se a esquerda brasileira radicalizar”, uma resposta pode ser “um novo AI-5”.

8 Comentários

  1. NÃO VOTE EM QUEM JÁ FOI Responder

    Faço minha a escrita do ilibado Ministro Saulo Ramos. JUIZ DE MERDA.

  2. Não existe alguma lei que aposenta compulsoriamente um sujeitinho como o Celso de Mello ?? Este cara é realmente o decano da idiotice. Vai passar o restante dos meses só ciscando… Manda pra casa !!!

  3. Este gagá precisa ser despachado para casa o mais breve possível. Virou entregador de recados do STF…

  4. Uma coisa aprendi com meu finado pai, ferroviário, pessoa humilde, mas honesta e boa: a HONESTIDADE e o BOM CARÁTER é que valem numa pessoa, não importa se tem ou não dinheiro… esses são os valores de uma pessoa… portanto, não faça NADA ERRADO, se fizer, PAGUE O PREÇO! Assim penso com relação a esses BOLSONAROS, se fizeram algo errado, que PAGUEM O PREÇO.

  5. Bagrinho Ensaboado da Silva Responder

    Ai que dor de barriga!!!!!! Vem merda aí
    Este cara é um petista roxo. Foi nomeado pelo político mais danoso para o país, Sarney. Olhem o Maranhão.

  6. ESTAMOS DE OLHO Responder

    por mim ja estaria na sua casa aproveitando a aposentadoria ,quer infernizar ainda mais,ja deu anciao.

  7. SOLTAREMOS MUITO E MUITOS ROJÕES, O BRASIL ESTARÁ EM FESTA POR UMA SEMANA, QUANDO ESTE SER ENDEUSADO PELA VAIDADE DO OLIMPO SE APOSENTAR.

  8. Um Deputado Federal que deveria ser um representante dos brasileiros, que deveria trabalhar pelo bem dos brasileiros, que jurou defender a democracia e o Estado de Direito, defender a Constituição… Comete atos que atentam contra o Estado de Direito e contra a Constituição. E o ministro do STF é que está agindo contra os direitos constitucionais? Votar no Bolsonaro é uma coisa. Agora se fazer de cego e surdo é sinal de burrice aguda! Como um cara que é deputado se pronuncia a favor de um novo AI-5, se sabemos que o AI-5 caçou direitos políticos, fechou o Congresso… será que ele é a favor de perder os próprios direitos como deputado porque vai ter uma vaga quando o papai se tornar o ditadorzinho de merda que sempre quiz ser? Daí será que ele não vai comparar o pai dele com o Maduro que eles tanto execram? O pior cego é aquele que não quer ver! Esse é o governo da meritocracia? Mérito para os meus!

Comente