Uncategorized

Um ministério sob medida para o Centrão e Silvio Santos


Contrariando o que havia prometido ao longo da campanha, quando disse que seu Governo teria “no máximo” 15 ministérios, Jair Bolsonaro anunciou a recriação do Ministério das Comunicações. Agora, seu mandato já conta com um total de 23 pastas. O novo gabinete será comandado pelo deputado federal Fábio Faria (PSD-RN), genro de Silvio Santos, uma das principais emissoras de TV do país.

A escolha, que pode indicar um conflito de interesses, foi um claro aceno de Bolsonaro para o bloco parlamentar conhecido como Centrão, do qual o mandatário tem se aproximado para conseguir sustentação política em meio a uma série de pedidos de impeachment que estão sendo protocolados contra ele. O grupo costumava ser alvo de ataques do presidente, que se referia a eles como representantes “da velha política”, partidários do “toma lá

Bolsonaro negou que a indicação tenha sido feita com o objetivo de ganhar sustentação política: “O pessoal está atacando, [por ser do] Centrão, nem lembro qual é o partido dele”, afirmou nesta quinta-feira. Mas esta nomeação fortalece ainda mais os laços do Governo com o bloco. Segundo reportagem de Afonso Benites, o presidente já cedeu ao Centrão ao menos quatro cargos de segundo e terceiro escalões que, juntos, gerenciam cerca de 73 bilhões de reais da União —o equivalente a 2% do Orçamento federal.

1 Comentário

Comente