Uncategorized

Empresários vão continuar a protestar contra Greca

A cena é de shopping de Curitiba. Como se vê, nenhum respeito às regras mínimas de isolamento social. Resultado: aumentou o numero de infectados e de óbitos. Diante disso, o prefeito Rafael Greca decidiu endurecer as regras. O setor de bares e casas noturnas será obrigado a fechar as portas a partir da segunda-feira (15) após novas restrições em consequência do Alerta Laranja de coronavírus emitido pela Prefeitura de Curitiba neste último sábado (13). Em consequência do fechamento, os representantes da categoria prometem realizar uma manifestação em frente à prefeitura, no Centro Cívico, nesta segunda-feira.

O presidente da Associação de Bares e Casas Noturnas do Paraná, Abrabar/PR, Fábio Aguayo, divulgou um vídeo nas redes sociais repudiando a determinação da prefeitura. “Não tivemos uma ajuda nesses três meses. Nós não vamos quebrar pela irresponsabilidade desse prefeito, nem da senhora Márcia [secretária de saúde]. Tá declarada toda a manifestação da nossa categoria. Vamos na frente da prefeitura a partir de segunda-feira”, afirmou Aguayo em vídeo.

Para o presidente da Abrabar/PR, o setor não pode ser classificado como atividade de risco. Os estabelecimentos do ramo haviam recebido no dia 22 de maio a autorização da Secretaria Municipal de Urbanismo para, se tivessem alvará de funcionamento com bar ou restaurante, reabrirem suas portas respeitando os protocolos da Vigilância Sanitária de prevenção ao coronavírus.

No entanto, muitos bares e restaurantes de Curitiba causaram aglomeração e frequentadores chegaram a frequentar os espaços sem o uso de máscara. A prefeitura realizou diversas fiscalizações e a última, feita nesta sexta-feira (12), chegou a autuar 13 estabelecimentos.

4 Comentários

  1. Tem que prender o vadio que incentivar a aglomeração: crime contra a saúde pública

  2. O que dizer… apenas que são irresponsáveis… Não tiveram o mínimo de respeito pelos protocolos, deixaram vir do jeito que quiseram e aumentaram o contágio neste momento horroroso.
    É tão difícil ser responsável? E relembrando… começaram a relaxar as condições com a curva em ascensão… esperavam algo diferente disso? Isso que dá não estudar matemática, biologia e um pouco de português tb para entender o que está escrito.

  3. Conheço o presidente desta associação e tenho or ele um respeito profissional, mas com este posicionamento sou obrigado a discordar de seus argumentos sobre a pandemia. defender uma categoria com bases s´lidas é uma coisa, ma numa situação de isco, quando o Brasil passa a ser o centro dos problemas por desmandos de certos líderes, é outra coisa. Seria bom este líder visitar os hospitais, conhecer as estatísticas e olhar com atenção o que acontece nestes bares e restaurantes em termos de distanciamento social, e uso de máscaras determinadas por lei. Goste ou não da decisão das autoridades municipais, terá que cumprir as regras estabelecidas, caso contrário vai ter portas fechadas e o risco de cassação de alvará. Aguaio conhece as leis e descumprir seria uma imbecilidade de sua parte e não significara liderança alguma,pelo contrário: o tiro vai sair pela culatra, ou vai pegar o próprio pé, como dizem os mais antigos.

  4. Clovis Antunes Responder

    Instigados por criminosos em home office pago com $$$$ publico. Cadê o MP da saúde?????????

Comente