Uncategorized

Choques de Bolsonaro e Guedes não são comparáveis a embates com Moro e Mandetta, diz auxiliar do presidente

Bolsonaro entrega reformas econômicas ao Congresso; veja fotosMônica Bergamo – Os choques entre Jair Bolsonaro e o ministro Paulo Guedes, da Economia, não podem ser comparados às desavenças públicas que ele tinha com ex-ministros que foram expelidos do governo, como Sergio Moro, que comandava a Justiça, e Luiz Henrique Mandetta, na Saúde, diz um auxiliar próximo do presidente.

Diferentemente do que ocorria com os dois, Bolsonaro gosta de Paulo Guedes —o que não ocorria com Mandetta e especialmente com Moro. Quando o ex-juiz saiu do governo, o presidente já não teria nenhum apreço na época da demissão.

O único problema de Guedes, segundo o mesmo integrante da equipe de Bolsonaro, é pensar que é ele o presidente da República, e não Bolsonaro. O auxiliar cita frase já dita pelo ministro, de que “confia” no presidente, para ilustrar o problema.

Bolsonaro, por essa análise, não estaria pensando em demitir o ministro, mas apenas em enquadrá-lo.

Comente