Uncategorized

PT quer o MDB a reboque em Curitiba

Ora, pois, todos sabem que o PT não vai bem das pernas nas pesquisas de opinião em Curitiba.Nem por isso perde a pose e a pretensão. Lançou um desconhecido a prefeito e quer que as “esquerdas”, especialmente o MDB, que embora surrado nas ultimas eleições, tem estrutura e o apoio natural de Requião.Na foto, o candidato do PT, Paulo Opuska, ladeado pelos emedebistas Clóvis Costa e Rogério Carboni

Rogério Carboni e Clóvis Costa, da Executiva Municipal do MDB da capital do Paraná se encontraram com o pre-candidato petista Paulo Opuska para uma conversa sobre o quadro eleitoral em Curitiba, quando veio um questionamento: “por que o MDB não fecha uma aliança com o PT para 15 de novembro?”

A resposta veio em seguida: “estamos em lados opostos em 2020!,” disparou Carboni. Apesar da resposta, Opuska promete continuar trabalhando pela chapa na majoritária.

2 Comentários

  1. KKK pela última pesquisa de intenção de voto a soma das duas “forças” não chega nem a 4%, ou seja, dificilmente elege um vereador. Então unir forças entre o velho e cansado de guerra de Maria Louca e, o pestismo histérico dos professores da nossa centenária universidade não vai causar nenhum abalo nesta campanha eleitoral.

Comente