Uncategorized

Rodrigo Maia surge como opção para eleição indireta ao governo do RJ

Mônica Bergamo – A possibilidade de a situação no Rio de Janeiro desandar de vez, com eventual impeachment de Wilson Witzel e também do vice, Claudio Castro (que hoje não sofre processo), fez surgir um nome surpreendente para assumir o governo do Estado: Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara dos Deputados.

Pela hipótese que vem sendo desenhada, depois de Witzel, Castro também seria afastado pela Assembleia Legislativa em 2021 —e a eleição para novo governador seria indireta. O vice hoje não responde a processo de impeachment, mas é investigado pelo Ministério Público.e foi alvo de operação de busca e apreensão em sua casa, no Rio, no mesmo dia em que o governador foi afastado.

Com o afastamento de governador e vice, os deputados estaduais então elegeriam Maia para o cargo. O mandato dele na presidência da Câmara termina em fevereiro de 2021.

A ideia poderia ter apoio de seguidores de Maia, que, ao sair da presidência da Câmara, assumiria em seguida um cargo de destaque político equivalente.

De acordo com articuladores que acalentam a hipótese, ela deixaria os bolsonaristas felizes, pois poderiam articular com maior tranquilidade a sucessão do atual presidente da Câmara.

Há uma crença de que o nome de Maia seria bem aceito pela opinião pública do Rio, que vive uma sucessão de administrações estaduais avaliadas como desastrosas.

1 Comentário

Comente