Uncategorized

Tudo depende do Ney Leprevost


A corrida eleitoral em Curitiba depende de uma definição. Se Ney Leprevost for candidato, o atual vice do prefeito Rafael Greca de Macedo, Eduardo Pimentel, não poderá figurar na mesma posição. Ele migrou para o partido do Ney, o PSD, que também é o partido do governador Ratinho Jr e fica impedido de compor outra chapa. Ratinho Jr certamente ficaria neutro no primeiro turno,

Quem seria o vice de Greca se isso se confirmar? Cresceram as chances de Maria Vitória, deputada que representa o Progressistas e, mais que isso, o clã dos Barros. Seu pai, Ricardo, cresceu em poderes e influência ao assumir a liderança do governo na Câmara Federal. Pode-se dizer que hoje o presidente Jair Bolsonaro depende de sua performance para dormir sossegado e tocar o governo.

Agora, se Ney sair da disputa, o que é muito improvável se acreditamos no próprio, então Pimentel será vice de Greca e Maria Vitória candidata a prefeita. A disputa ficaria mais acirrada e, segundo a tradição, desceria às cloacas.Fernando Francischini seria o principal candidato de oposição e o MDB do clã Requião receberia ofertas para fechar com Greca. É o jogo.

2 Comentários

  1. Informações que o Ney começou o leilão da sua candidatura, corujas e bem te vis já cantaram até o preço do lance inicial.
    ESTAMOS DE OLHO !!!!!!

  2. Podem negociarem ou costurarem qualquer coisa, mas indiscutivelmente hoje em Curitiba o Deputado Federal Ney Leprevost, representa a melhor opção para os Curitibanos e sobretudo para àqueles que amam Curitiba. Viva Curitiba !!!

Comente