Uncategorized

Depois de reunião, prefeitos
da RMC decidem manter
decretos de combate à Covid-19

Municípios da Grande Curitiba ainda não devem restringir movimentoOs municípios da Região Metropolitana de Curitiba (RMC) decidiram manter seus decretos sem alterações nos próximos dias. A decisão foi tomada após reunião — por meio de webconferência — do Fórum Metropolitano de Combate à Covid-19, realizada ontem.

No final da semana passada havia uma expectativa de que medidas mais restritivas seriam adotadas, à exemplo de Curitiba, que saiu da bandeira amarela para a laranja por causa do aumento de casos de Covid-19 e da demanda em unidades de saúde de casos suspeitos de síndromes respiratórias. As informações são do Bem Paraná.

Segundo o presidente da Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Curitiba (Assomec), prefeito de Fazenda Rio Grande, Marcio Wozniack, que preside o Fórum, a estabilidade dos números apresentados pelos técnicos do governo estadual colaborou para a decisão.

“Após ouvirmos os técnicos da SESA e observando que os números continuam estáveis neste momento, os prefeitos e demais técnicos dos municípios decidiram por manter na Região Metropolitana de Curitiba os decretos sem alterações”, avaliou Marcio.

“Continuamos em alerta e em sintonia com a Sesa e o COE sobre a atualização dos números do Coronavirus e os efeitos em toda a nossa região”, concluiu o prefeito, conforme a sua assessoria.

As reuniões do Fórum Metropolitano acontecem semanalmente e reúnem os prefeitos, secretários municipais, autoridades da Saúde e representantes do governo do Estado.
Bandeira laranja — Curitiba voltou a adotar a bandeira laranja na segunda-feira, depois de três semanas com a bandeira amarela (alerta). Em laranja, eventos e bares não podem funcionar. Comércio, shoppings, restaurantes, lanchonetes, mercados e supermercados, pandariasfeiras livres, prestação de serviços não essenciais, comércio em pet shops, entre outros, podem funcionar com algumas restrições de horário e dia.

Comente