Uncategorized

Mandetta escancara mediocridade

No livro Um paciente chamado Brasil: os bastidores da luta contra o coronavírus, o ex-ministro Luiz Henrique Mandetta descreve, nas entrelinhas, o ministro Paulo Guedes como um ególatra desconectado dos efeitos da pandemia no Brasil e no mundo. E critica Onyx Lorenzoni, atual ministro da Cidadania, que só não foi ainda expulso do DEM por uma questão de circunstância.

Mandetta escancara seu medíocre perfil político. Reconhece que só virou ministro graças ao próprio Onyx, ao lado de quem, junto com o governador Ronaldo Caiado e o senador Flávio Bolsonaro, ouviu que Davi Alcolumbre teria apoio do Planalto para presidir o Senado.

Comente