Uncategorized

Há ameaça de greve no ar

Houve uma audiência ontem no Ministério Público do Trabalho para discutir o aporte do governo estadual para reposição salarial dos colaboradores do transporte metropolitano. A Comec informou não ter recursos para cumprir com o que foi contratado no Acordo Coletivo de Trabalho 2020 assinado no início deste ano. O MPT questionou porque a Comec não considerou a reposição nos seus cálculos até hoje, embora tenha oficialmente conhecimento do ACT desde maio.

O valor apenas para a reposição dos salários dos 6 mil funcionários durante todo o ano seria de R$ 10 milhões. Como os colaboradores do sistema urbano de Curitiba já recebem os salários corrigidos desde fevereiro, o perigo de paralisação do sistema metropolitano é iminente…

Comente