Uncategorized

Candidato a vereador do PT quer combater a operação Lava Jato

O candidato a vereador do PT-PR, Felipe “Magal” Mongruel, tem em sua plataforma o combate à operação Lava Lato, pauta que denuncia desde seu início, em 2014, antes da série de reportagens “Vaza Jato” do The Intercept Brasil.

Advogado e militante de causas sociais, Magal organizou junto a um grupo de pessoas contrárias à operação Lava Jato o “Coletivo pela Verdade, Justiça e Democracia”, uma ação semanal em frente à sede do Ministério Público Federal (MPF), em Curitiba, todas as quartas-feiras da semana, entre 12h e 14h, com o objetivo de informar a população sobre as irregularidades praticadas pelos procuradores da Lava Jato.

O ato provocou pressões internas dentro do MPF que levou à fiscalização da Procuradoria Geral da República (PGR) sobre o procedimento da operação, além de reportagens que mostraram ações pouco transparentes da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba. A repercussão culminou na saída de Deltan Dallagnol, coordenador principal da operação Lava Jato, em setembro deste ano.

Magal atuou também como advogado na Vigília Lula Livre auxiliando moradores e militantes ameaçados durante os 580 dias em que o presidente Lula esteve preso na sede da Polícia Federal.

3 Comentários

  1. A Operação FBI-Lava Jato como a Operação Mãos Limpas na Itália, quebraram a indústria nacional e levaram a extrema direita ao poder. Uma VERGONHA para o SISTEMA de JUSTIÇA.

  2. Este cara está do lado do boçal? Deve estar porque o boçal também é contra a Lava Jato, é a favor da corrupção e da roubalheira. Será que este esquerdopata se elege com um discurso anti-Lava Jato?

Comente