Uncategorized

45 anos depois, 6 são denunciados pelo assassinato de Vladimir Herzog

Levou 45 anos mas finalmente o Ministério Público Federal denunciou seis pessoas pelo assassinato e por terem forjado o suicídio do jornalista Vladimir Herzog, preso e torturado até a morte em 25 de outubro de 1975 no DOI-CODI de São Paulo. O local, onde mais de 50 pessoas foram assassinadas, foi o maior centro de violações de direitos humanos da ditadura brasileira.

Comente