Uncategorized

Em carta a Alcolumbre, governadores pedem diálogo sobre vacina

Painel, Folha de S. Paulo – O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), que coordena os governadores no tema da vacinação contra a Covid-19, enviou carta a Davi Alcolumbre (DEM-AP) nesta terça (27) solicitando reunião para tratar do tema, considerado por ele como prioridade.

Conforme mostrou o Painel, os governadores querem reabrir o diálogo com o Ministério da Saúde após a crise aberta na semana passada, quando Jair Bolsonaro desautorizou o ministro Eduardo Pazuello e disse que não compraria a vacina produzida no Butantan, desenvolvida por tecnologia chinesa.

No meio do debate, está a disputa política entre o presidente o governador João Doria (PSDB), que se coloca como possível rival de Bolsonaro em 2022.

Na carta desta terça (27), Wellington Dias tenta tomar distância do conflito político. Afirma que os governadores têm “disposição de seguir dialogando para implementação da melhor proposta para o povo brasileiro, com base no Plano Nacional de Vacinação e Programa Nacional de Imunização, conforme aprovado”.

Os governadores querem que a União não restrinja fornecedores da vacina e compre tão logo elas fiquem prontas. Além da coronavac feita no Butantan, o governo federal aplicou recursos na produção da vacina de Oxford, na Fiocruz.

“Nossa disposição é de trabalhar no caminho do diálogo entre municípios, governos dos estados, governo federal, Congresso Nacional, cientistas e setor privado”, afirma Dias.

Comente