Uncategorized

‘Militarização das escolas é um ataque à educação’, afirma Opuszka

Paulo Opuszka (PT): “Professores usam giz, canetas e saberes apreendidos e não fardas, coturnos e fuzis"“Professores usam giz, canetas e saberes apreendidos e não fardas, coturnos e fuzis. É um absurdo e uma afronta à Educação defender um retrocesso desses”, diz Paulo Opuszka, candidato do PT à prefeitura de Curitiba. O advogado e professor universitário afirma que militarizar as escolas é uma tentativa dos governos alinhados à política de Jair Bolsonaro de precarizar ainda mais a área.

“Não basta toda desinformação que esses governos propagam, ainda querem fazer isso a partir das escolas”, critica Opuszka. “Militarização das nossas escolas é um ataque à educação no Paraná”, aponta o candidato.

Opuszka também acusa o governo Bolsonaro de querer “desmontar” o Sistema Único de Saúde (SUS). “Estamos em meio a uma pandemia e o governo acena com essa proposta absurda. As pessoas têm de se perguntar a quem interessam essas propostas, certamente não é ao povo”, alerta ele. (Bem Paraná)

2 Comentários

Comente