Uncategorized

MP questiona militarização
de escolas no Paraná

APP-Sindicato: vigília no PalácioA Promotoria de Justiça de Proteção à Educação de Curitiba do Ministério Público do Paraná pediu nesta quarta-feira (4) que a Secretaria de Estado da Educação suspenda o processo de consulta para a criação de 216 colégios cívico-militares iniciado pelo governo na semana passada. No mesmo dia, professores e funcionários da rede pública estadual promoveram protesto, no Centro Cívico, contra a militarização das escolas e contra o edital para a contratação de docentes temporários através de Processo Seletivo Simplificado (PSS).

A promotora Beatriz Spindler de Oliveira Leite alega que “a Secretaria de Estado da Educação (SEED) não comunicou, em tempo hábil, a nova modelagem de gestão cívico-militar à comunidade educacional local, bem como não comunicou em tempo hábil e razoável a realização da consulta pública”. As informações são do Bem Paraná.

Comente