Uncategorized

Impeachment ou prisão para Bolsonaro, propõe Magal

Impeachment ou prisão para Bolsonaro
Artigo de Magal, candidato do PT a vereador

Num tempo em que éramos mais evoluídos do que hoje, a vacina era tratada como um direito pela população. Os pais sabiam da importância de acompanhar com atenção o calendário de vacinação. Por causa desse entendimento, ninguém mais morre de varíola e o último caso de poliomielite registrado no Brasil foi em 1989, para citar apenas dois exemplos.

Bolsonaro, o mais perigoso de todos os presidentes que já comandaram o Brasil, há pouco tempo disse que “ninguém pode obrigar ninguém a tomar vacina”, se referindo à vacina contra Covid-19. A mentira logo achou idiotas que passaram a repetir a frase e a iniciar um movimento que coloca em risco muita gente.
Muita notícia falsa começou a circular e a imprensa teve que concentrar esforços e atenção para informar a população de que o governo tem poder para torar a vacinação obrigatória e tem o dever de incentivá-la – não só o poder e o dever moral, mas constitucional também.

Um parêntese necessário aqui: é impressionante o tanto de tempo que a imprensa perde desmentindo Bolsonaro. Não fosse este serviço prestado desde o início da pandemia no país, sabe-se lá que tipo de inferno ainda pior estaríamos vivendo.

O presidente não se conformou com a novidade (que seu pouco conhecimento, nulidade de pensamento coletivo e mente perturbada fizeram-no ignorar) de que desestimular a vacinação é inconstitucional.

O que ele fez então? Resolveu sabotar a vacina. Mas isso não é tão grave quanto comprometer a Anvisa. Agências reguladoras servem justamente para, como o nome explica, regular as atividades tecnicamente, com independência e responsabilidade. Nenhum governo pode mandar numa agência reguladora. Isso não pode existir, além de imoral é perigoso.

Jair Bolsonaro parou por aí? Claro que não! Ele não tem limites, e mesmo que a corja ignara de seguidores ache bonito as falas do líder, a cada dia que passa, ele vai provando que a sua cabeça funciona aos trancos e se retroalimenta com asneiras, mentiras e embustes. Quanto mais asneiras, mentiras e embustes fala, mais asneiras, mentiras e embustes fala, fazendo uma corrente que coloca todos em perigo, até quem é desprovido de qualquer pensamento crítico e o aplaude.

Cuidar da saúde é coisa de maricas, segundo Bolsonaro. O empresariado que não aguenta mais a crise econômica, que se agravou com a pandemia, e não vê a hora de uma vacina para melhorar um pouco as coisas, é maricas. Os médicos que só faltam aparecer de joelhos a implorar o uso de máscara são maricas. As mães que cuidam de seus filhos e se desdobram em atenção para que não corram risco são maricas. Os pais que se sacodem todos os dias em ônibus lotados, tomando todos os cuidados para voltarem para casa saudáveis são maricas. As avós que estão há meses sem abraçar os netos são maricas. E por aí vai.

O tamanho da ignorância do presidente é revoltante. E é espantoso que alguém ainda consiga apoiar este homem que não tem nenhum compromisso público e cotidianamente atrapalha o país com mentiras que deveriam lhe render o impeachment ou a prisão, o impeachment e a prisão.

4 Comentários

  1. NÃO VOTE EM QUEM JÁ FOI Responder

    Magal, antes de colocar o Bolsonaro na cadeia, vamos achar um lugar no mesmo presídio para o teu deus, o carniça.

  2. NÃO VOTE EM QUEM JÁ FOI Responder

    Magal, você viu o efeito do teu discurso? Votação pífia. Perdeu para você mesmo. Pode mudar de partido e discurso, se quiser continuar na política.

  3. Quanto despropósito na matéria apresentada. Usar de forma tao vil as falas do Presidente. Por acaso os antecessores fizeram melhor para o Brasil? Eu vi Porto de Mariel em Cuba, várias usinas hidroelétricas em países onde o governo é ditatorial, feitos com dinheiro do Tesouro Nacional (Via BNDES) para as empreiteiras com volumosas contribuições para toda a corja esquerdista brasileira. Diga uma coisa que realmente alçou o Brasil a um patamar mais alto em termos de educação, cultura, produção industrial, poupança interna, índices de desenvolvimento econômico, etc. Apenas um já estaria ótimo. Pegar um país quebrado financeiramente, dividido, atacado por uma pandemia causada por um vírus fabricado na China com o intuito de colocar o mundo de joelhos, isto é só o Bolsonaro e sua equipe. Maricas são os mimimis da esquerda que quer a desordem e a divisão, quanto pior, melhor.

Comente