Uncategorized

São Paulo inicia vacinação em janeiro; Paraná aguarda Bolsonaro

O governador de São Paulo, João Dória, informa que começará no dia 25 de janeiro de 2021 a vacinar a população contra a covid-19. Será empregada a vacina Coronavac, produzida pelo Instituto Butantan, mas que ainda depende de aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). No Paraná, o inicio da vacinação e com qual vacina são dúvidas e incógnitas. O certo é que o governador Ratinho Jr não pretende contrariar o presidente Jair Bolsonaro, que trabalha contra a vacinação.

Em São Paulo, os grupos prioritários a receber a vacina serão os profissionais de Saúde, pessoas com mais de 60 anos e grupos vulneráveis como indígenas e quilombolas.

“Todo e qualquer brasileiro que estiver em solo do Estado de São Paulo e pedir a vacina, receberá a vacina gratuitamente. Ele não precisará comprovar residência em São Paulo. Fazemos parte do Brasil e respeitamos todos os brasileiros”, disse o governador Doria.

A Coronavac terá aplicação de duas doses, de forma gratuita. Conforme o cronograma, serão 5.200 postos de vacinação (já existentes) nos 645 municípios paulistas. Existe ainda um plano para que o número de postos suba a 10 mil, inserindo escolas, quartéis da PM (Polícia Militar), estações de trem, farmácias e terminais de ônibus.

2 Comentários

  1. Boa tarde, este governador Doria e uma piada, pois todos seres humanos com alguma inteligência, sabe que para tomar vacina precisa de validação da Anvisa, e segundo apenas quem realmente comprovar ira tomar tal vacina, não se iludam, triste ver alguém no poder falando incoerências

Comente