Uncategorized

Mesmo com bandeira laranja, isolamento avança pouco em Curitiba

Com restrições nos finais de semana, índice de isolamento até subiu, mas foi poucoMesmo com Curitiba tendo retornado à bandeira laranja no dia 27 de novembro, o que indica agravamento no nível de alerta contra a Covid-19, o índice de isolamento social na cidade não teve um avanço expressivo. Nas duas últimas semanas, entre os dias 29 de novembro e 12 de dezembro, esse índice foi de 44,99%, em média. Nas duas semanas anteriores à bandeira laranja, havia sido de 44,42%.

Os dados, compilados pelo Bem Paraná a partir do “Painel de Controle do Coronavírus no Paraná”, do Governo do Estado, mostram que nas últimas semanas o índice de isolamento social no município variou entre 42,9% (registrado em 9/12, uma quarta-feira) e 53,9% (no dia 6/12, um domingo). Anteriormente, entre os dias 15 e 28 de novembro, o índice havia variado entre 39,8% e 50%. As informações são do Bem Paraná.

A boa notícia é que na última semana, entre os dias 6 e 12 de dezembro, o aumento no índice de isolamento social na cidade foi mais expressivo, com média de 45,16% ante 44,81% e 44,69% das semanas anteriores. As informações são do

No Paraná como um todo, a situação é parecida. Nas duas últimas semanas, o índice de isolamento social no estado registrou uma média de 47,36%. Nas semanas anteriores, esse valor foi de 47,23%.

Foi no início de novembro, contudo, que os paranaenses estiveram próximo do índice de isolamento considerado ideal. Entre os dias 1º e 7 de novembro, a taxa no estado foi de 48,01%. A Secretaria da Saúde do Paraná, por sua vez, defende uma taxa entre 50 e 55% como o ideal.

Nas semanas seguintes ao começo de novembro (quando o índice de isolamento social foi mais elevado por conta de um feriado prolongado), registraram-se quedas consecutivas, tendência que só foi interrompida já no final do mês. Na semana mais recente, entre os dias 6 e 12 de dezembro, o índice foi de 47,43%, melhor resultado para o estado desde as duas primeiras semanas do último mês.

Evolução do isolamento social

Semana 1
(1º a 7 de novembro)

Curitiba: 46,59%
Paraná: 48,01%

Semana 2
(8 a 14 de novembro)

Curitiba: 44,63%
Paraná: 47,47%

Semana 3
(15 a 21 de novembro)

Curitiba: 44,16%
Paraná: 47,11%

Semana 4
(22 a 28 de novembro)

Curitiba: 44,69%
Paraná: 47,34%

Semana 5
(29 de novembro a 5 de dezembro)

Curitiba: 44,81%
Paraná: 47,3%

Semana 6
(6 a 12 de dezembro)

Curitiba: 45,16%
Paraná: 47,43%

1 Comentário

  1. A turma do passo de ganso e das botas pretas quer toque de recolher permanente, prisões, cassetetes, guilhotina para os infiéis e pecadores… toda liberdade será castigada…

Comente