Uncategorized

Baleia Rossi ganha força na esquerda

Integrantes de partidos de oposição dizem estar menos resistentes à ideia de que o deputado Baleia Rossi (MDB-SP) possa ser o candidato à presidência da Câmara que vai representar o bloco do qual as siglas fazem parte.

Parlamentares de PC do B, PDT e PSB afirmam que conta a favor do emedebista a expectativa de que, caso entre na disputa, ele tire do jogo a candidatura do correligionário Fábio Ramalho (MDB-MG), que tem votos tanto no MDB como fora dele.

O deputado mineiro teve 66 votos na última eleição. Embora não seja considerado tão competitivo, Ramalho poderia dividir votos no campo que se opõe a Arthur Lira (PP-AL), especialmente em uma briga extremamente acirrada. Por isso, é melhor aglutinar o máximo de apoios, avaliam membros de partidos de esquerda.

O objetivo é não deixar a disputa ir para o segundo turno. Parlamentares avaliam que lançar mais de um candidato no bloco de Rodrigo Maia (DEM-RJ) favorecerá o integrante do PP. É neste cenário que o nome de Baleia ganha força. As informações são do Painel da Folha.

Além de Baleia, Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) é outro forte candidato. O deputado, porém, não tem apoio no próprio partido e conta com a resistência de integrantes do DEM, que preferem ver o MDB disputando a Câmara.

Partidos de esquerda querem definir até quarta (23) quem será o candidato do bloco. Eles atuam para que o PT –que quer colocar um nome na disputa– desista da ideia e acelere o processo. Os petistas só queriam definir um candidato em janeiro. A sigla se reúne nesta terça (22) para tratar do assunto.

Minuta de “carta-compromisso” que circula entre os parlamentares de oposição pede que o próximo presidente proteja “a democracia” e as “instituições contra os ataques autoritários” de Bolsonaro. As legendas pedem ainda que não sejam pautados “projetos de cunho antidemocrático.”

Comente