Uncategorized

Laboratório indiano diz que não
há veto da vacina para o Brasil

Enquanto o Brasil tenta garantir a importação de 2 milhões de doses da vacina de Oxford/AstraZeneca produzida na Índia, o México aprovou o uso da imunização. É a segunda vacina aprovada pelas autoridades de saúde mexicanas para combater a pandemia de covid-19. Na Argentina, que já aplica a russa Sputnik V, autoridades denunciaram a suspeita de uma sabotagem no armazenamento que levou à perda de 400 doses. O Estado de Nova York detectou seu primeiro caso da variante mais contagiosa do coronavírus inicialmente descoberta no Reino Unido —no Brasil, os dois primeiros casos foram identificados em São Paulo. O Brasil soma 196.561 mortes pela doença e 7.753.752 contágios desde o início da pandemia, segundo os dados do Ministério da Saúde divulgados nesta segunda.

O México aprovou vacina de Oxford e AstraZeneca. Atrasado, o Brasil tenta assegurar importação da vacina produzida na Índia. Nova York detecta primeiro caso de variante mais contagiosa do coronavírus. Putin e Merkel discutem possibilidade de produção conjunta de vacina. Argentina denuncia suposta sabotagem com a vacina Sputnik V. Brasil soma mais de 196.000 mortos e mais de 7,7 milhões de contágios

Comente