Uncategorized

Bolsonaro sabotou
combate à COVID19

A Human Rights Watch divulgou nesta quarta-feira, 13, a nova edição de seu relatório anual sobre a situação dos direitos humanos, analisando mais de cem países. No capítulo sobre o Brasil, a organização afirma que o presidente Jair Bolsonaro tentou sabotar os esforços para desacelerar a disseminação da covid-19 no Brasil em 2020 e tomou medidas que prejudicam diretamente os direitos humanos.

Com 761 páginas, o relatório ressalta que Bolsonaro minimizou a covid-19, chamando-a de “gripezinha” e disseminou informações incorretas, entre outras violações aos direitos humanos. “O governo Bolsonaro promoveu políticas contrárias aos direitos das mulheres e das pessoas com deficiência, enfraqueceu a aplicação da lei ambiental e deu sinal verde às redes criminosas que operam no desmatamento ilegal da Amazônia”, afirma a organização no documento.

3 Comentários

  1. A histeria política tomou conta do debate de tal sorte que não há mais racionalidade na mídia e nas ongs da esquerdalha ressentida.

  2. Parreiras Rodrigues Responder

    Do filme: Átila, o rei dos hunos. (…onde o cavalo de Átila pisava, a grama morria)

Comente