Uncategorized

Entidades registram em cartório apoio às obras no Litoral do Paraná

Contrariando todos os movimentos sociais e de defesa do meio-ambiente, nesta quarta-feira (20), representantes do Instituto de Engenharia do Paraná (IEP), do Movimento Pró-Paraná e do Fórum G11 encaminham, registraram em cartório, em Curitiba, carta com notas técnicas em apoio às obras previstas no Litoral do Paraná.

A carta oferece respaldo para que essas obras sejam realizadas pelo governador Ratinho Jr. Cópias da carta foram encaminhadas à Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP) e ao Ministério Público do Estado (MPPR) em dezembro de 2020.

O apoio das entidades refere-se ao início das obras da engorda da praia de Matinhos; da construção da ponte sobre a Baía de Guaratuba; e da duplicação da rodovia PR-407, entre a BR-277 e o entroncamento da PR-412, em Praia de Leste.

4 Comentários

  1. Uau e os questionamentos quanto aos problemas ambientais não vãos ser levados em conta? Entendo que o progresso é ótimo mas ele precisa se adequar á realidade local, porque agredir a Natureza sempre traz consequências inimagináveis e que não se fazem esperar.

  2. antonio aldemir toledo da silv Responder

    Parabéns àqueles que enxergam a necessidade dessas obras. Não há como
    travar o desenvolvimento. Uma região que cresce dia a dia com uma infraestrutura ultrapassada. Tente ir ou vir de Pontal principalmente durante a temporada.

  3. Conversa fiada pra boia dormir à sombra… esta ponte não sairá nesta metade do século… o Brasil é pobre e vai ficar ainda mais pobre nos próximos meses devido à peste…. isso é papo de político.. ou seja, titica de boi ao molho pardo…

  4. NILSO ROMEU SGUAREZI Responder

    Com todo o respeito que o MP e Magistratura do Paraná merece, mas filigranas e idiossincrasias pessoais não podem impedir estas obras que nada mais buscam que a melhoria no desenvolvimento, segurança do trafego – salvamento de vidas, mas desviar o volume de veículos que causam acidentes fatais entre PR/SC.
    As entidades subscritoras tem pela isenção partidária e ideológica que possuem, AUTORIDADE MORAL DE REIVINDICAR OBRAS QUE DEVERIAM TER SIDO REALIZADAS A DECADAS.

Comente