Uncategorized

Índia manda lote de vacinas ao Brasil

Informação foi dada por ministro da Índia à Reuters; chegada do imunizante em 2 milhões de doses é ínfima diante da necessidade da campanha nacional de vacinação

É pouco, diante das nossas necessidades. O governo da Índia liberou as exportações comerciais de vacinas contra Covid-19, com as primeiras remessas sendo enviadas para o Brasil e Marrocos na sexta-feira, disse o chanceler indiano à agência Reuters. A farmacêutica Astrazeneca concordou com a destinação de 2 milhões de doses prontas.

As vacinas desenvolvidas pela farmacêutica britânica AstraZeneca e pela Universidade de Oxford estão sendo fabricadas no Instituto Serum Institute, na Índia, o maior produtor mundial de vacinas, que recebeu pedidos de países de todo o mundo.

Houve um incêndio no Serum Institute da Índia, em Pune, maior fabricante mundial de vacinas. Segundo imprensa local, a produção dos imunizantes contra Covid-19 não foi afetada.

O governo indiano suspendera a exportação de doses até iniciar seu próprio programa doméstico de imunização na semana passada. No início desta semana, ela enviou suprimentos gratuitos para países vizinhos, incluindo Butão, Maldivas, Bangladesh e Nepal.

O ministro das Relações Exteriores, Harsh Vardhan Shringla, disse que o fornecimento comercial da vacina começaria na sexta-feira, de acordo com o compromisso do primeiro-ministro Narendra Modi de que as capacidades de produção da Índia seriam usadas por toda a humanidade para combater a pandemia.

1 Comentário

  1. Parreiras Rodrigues Responder

    China e India enviarão vacinas e insumos para o Brasil, nunca por causa dos belos olhos do governo federal, principalmente por causa de estupidez e deseducação de parte do Eduardo Bolsonaro, do ministro de Relações Exteriores e do próprio presidente. A China acedeu a apelos por parte de empresários brasileiros que tem interesses comerciais lá.

Comente