Uncategorized

UTIS LOTADAS NO PARANÁ


Médicos, cientistas, profissionais da saúde estão preocupadíssimos com o novo surto epidêmico do coronavirus. Surto que explodiu em consequência das aglomerações recentes, somadas ao ritmo lento da vacinação e à chegada das variantes mais contagiosas do coronavírus ao Paraná. Faltam braços para atender tanta gente doente. O aumento de 84% de internações de pacientes de Covid-19 nas UTIs nos últimos quatro meses no Paraná coloca todo o sistema de saúde à beira do colapso. As internações passaram de 1016 em novembro para 1872 no mês de fevereiro.

Um alerta importante para desfazer a crença de que o covid19 é letal para os velhos é a mudança no perfil dos internados. Aumentou significativamente o número de mais jovens, entre 31 e 60 anos, nas UTIs. As novas cepas do coronavírus atingem faixas etárias que antes eram consideradas “mais seguras”. As internações de contaminados entre 31 e 40 anos triplicaram. Nos casos do doentes entre 51 e 60 anos, os internamentos dobraram; entre os pacientes entre 41 e 50 anos, as hospitalizações dobraram.

Mas as faixas etárias antes consideradas de risco maior de hospitalização também registraram aumento, porém menos significativo. As internações de idosos entre 61 e 70 anos aumentou 86% de novembro do ano passado para fevereiro de 2021, passando de 258 para 481. No mesmo período, as hospitalizações de paranaenses entre 71 e 80 anos cresceram 66%, passando de 248 para 413. Os pacientes internados entre 81 e 90 anos passaram de 159, em novembro, para 211 em fevereiro, um crescimento de 32%.

O secretário de Estado de Saúde, Beto Preto, explica que as novas cepas, mais virulentas e com agravamento mais rápido, também aumentaram o tempo de internação do pacientes, passando de 11 para 14 dias, o que aumenta ainda mais a pressão sobre o sistema de saúde.

A média mensal de casos confirmados de Covid-19 em crianças e adolescentes dobrou em 2021 no Hospital Pequeno Príncipe.
A média mensal de casos de coronavírus atendidos 159%, passando de 162 no ano passado para 420 neste ano.

Comente