Uncategorized

De cada 100, 45 estão fora
do mercado de trabalho


Pasmem, leitores. Hoje, 45 de cada 100 pessoas em idade para trabalhar estão fora do mercado de trabalho. A vida, sabemos, não está fácil pra ninguém, mas ainda mais difícil para a legião de desempregados que a crise econômica pôs no olho da rua. Segundo o IBGE, o Paraná fechou 2020 com aumento expressivo tanto no número de pessoas desocupadas como no de pessoas fora da força de trabalho. E embora seja o Estado com o melhor desempenho na recuperação de postos de trabalho, o desemprego é alto.

De acordo com o IBGE, no Paraná a população em idade para trabalhar somava nos últimos meses de 2020 um contingente de 9,74 milhões de pessoas. Do total dessa população, 5,93 milhões (60,9%) compunham a chamada “força de trabalho”, que nada mais é que a soma de pessoas ocupadas (5,35 milhões ou 54,9% da população total) e desocupadas (578 mil ou 5,9% da população).

Se somarmos a população desocupada com o contingente fora da força de trabalho, temos que 45% da população em idade para trabalhar no Paraná está atualmente fora do mercado de trabalho. O valor registrado no 4º trimestre de 2020 é ainda o segundo maior da série histórica iniciada em 2012, atrás apenas do anotado no trimestre imediatamente anterior, quando 46,6% das pessoas em idade para trabalhar estavam fora da força de trabalho ou desocupadas na semana de referência.

As maiores taxas de desocupação no país ficaram com Bahia (19,8%), Alagoas (18,6%), Sergipe (18,4%) e Rio de Janeiro (17,4%), enquanto as menores com Santa Catarina (6,1%), Rio Grande do Sul (9,1%) e Paraná (9,4%).

Comente