Uncategorized

“Fomos levados ao lockdown pelo desrespeito às normas”, diz Greca

O prefeito Rafael Greca não deixa por menos. Aponta a parcela da população que desrespeitou as normas sanitárias como culpada pelo lockdown. Em postagem nas redes sociais, ele diz: “fomos empurrados para o pior pelo desrespeito às normas sanitárias”. Se refere, é óbvio, principalmente aos responsáveis pelas aglomerações em festas clandestinas, casas

A declaração foi feita no no primeiro dia de bandeira vermelha em Curitiba para tentar estancar o rápido avanço da covid-19 e o colapso na rede de saúde. Nesta sexta-feira, Curitiba registrou o recorde de mortes anunciadas em um único dia: 34. A cidade tem 13.372 casos ativos de covid e a taxa de ocupação de leitos de UTI chegou a 96%.

“A Lei de Deus #NãoMatarás nos obriga ao Respeito à Vida. Após um ano de luta estamos exauridos – mas jamais sem esperança. O Brasil adoeceu e Curitiba não escapou disto. Hoje não vou dar bom dia, vou pedir #SepuderFiqueEmCasa. Por sua vida e dos demais #NovaCêpaMataRápido Fomos empurrados para o pior pelo desrespeito a normas sanitárias que nem são tão difíceis de cumprir: usar máscara, lavar as mãos, evitar participar ou promover aglomerações. Fechamos a Cidade pelo Bem da nossa Terra e da nossa gente. #PorRespeitoàVida”, postou o prefeito.

3 Comentários

  1. Papo furado. Foi a incompetência de não investir em saúde e a inação de um ano de coceba.

  2. Sr Prefeito se tivesse restrito quantidade de passageiros nos ônibus circular,talvez estaríamos noutra fase,serviços essências em vez de diminuir tem que aumentar horário para dar menos aglomerações

Comente