Uncategorized

Felipe Neto é intimado a depor com base em Lei de Segurança Nacional


Nesta segunda-feira, o youtuber Felipe Neto foi intimado pela Polícia Civil do Rio de Janeiro para prestar declarações por ter supostamente cometido crime previsto na Lei de Segurança Nacional (LSN) e também de calúnia. Segundo divulgado em suas redes sociais, Neto atribuiu a intimação ao fato de ter chamado o presidente Jair Bolsonaro de “genocida” por sua gestão na pandemia da covid-19. Após divulgar a imagem da intimação em seu Twitter, o influenciador digital afirmou que o ato trata-se de clara tentativa de silenciamento, através da intimidação, e citou o Inquérito contra o advogado Marcelo Feller —também acusado por violações à LSN — que foi arquivado pelo Suprem Tribunal de Justiça no final de 2020.

2 Comentários

  1. Foi a mesma lei de segurança nacional invocada pelos xerifes do pretório excelso para encanar o deputado falastrão das redes. O remédio serve para todos ou não serve para ninguém…

Comente