Uncategorized

Queiroga nomeia médico anticloroquina em sua equipe

O novo ministro da Saúde Marcelo Queiroga escolheu o médico Carlos Carvalho para comandar um grupo sobre protocolos de combate à covid-19 no Brasil. Carvalho não terá cargo específico na pasta da Saúde: “Me comprometi a ajudar nesse momento crítico. Não farei parte de ministério”, disse Carvalho, que é pneumologista.

Professor da USP, Carvalho é um dos maiores críticos do país sobre a utilização da hidroxicloroquina, remédio que, mesmo sem eficácia contra a doença, é defendido por Jair Bolsonaro. Queiroga explicou o que espera de Carvalho em seu trabalho na coordenação do protocolo contra a covid-19. O médico vai ajudar a sinalizar as melhores práticas contra os sintomas da doença.

“Por exemplo: quando é que um paciente precisa ser internado? Quando precisa de reposição de oxigênio? Qual é a melhor técnica de reposição de oxigênio? Quais são os marcadores que solicitamos para avaliar a gravidade da doença? Quando é que instituímos terapia com corticoide? Quando é que devemos usar anticoagulantes?”, disse o ministro Queiroga.

Em abril de 2020, Carvalho comparou a eficácia da cloroquina contra a covid-19 à da novalgina – ou seja, nenhuma.
“Eu mesmo tive coronavírus, tomei novalgina e outros remédios e estou curado. Vou dizer que a novalgina cura coronavírus?”, disse Carvalho.

Ao ser anunciado como o novo ministro em 18 de março, Marcelo Queiroga disse o governo deveria passar a agir de maneira “diferente” na luta contra a pandemia de covid-19 e “seguir as recomendações da ciência”. (com agência Sputnik Brasil)

Comente