Uncategorized

Uma região para indústria,
inovação e infra estrutura


Poucas são as propostas capazes de, em uma única ação, definir indústria, inovação e infra estrutura como o PORTO SECO. Localizada a 50 km de Londrina a pequena Uraí, está em processo de formação de um consórcio intermunicipal para conseguir junto ao governo estadual e federal a criação de um Porto Seco regional capaz de fomentar o tão desejado avanço histórico.

Espaço para a implantação desta iniciativa junto a principal rodovia da região, a cidade já dispõe e, com a expectativa de readequação da tabela tarifária na praça de pedágio de Jataizinho, torna-se perfeitamente viável.
Dentre as atividades pretendidas estão o desembaraço aduaneiro, a possibilidade de atendimento, com agilidade, às regiões norte do estado, interior de São Paulo e Mato Grosso do Sul.

“Não basta gerar empregos trazendo algumas empresas e indústrias pois, quando estas consideram que o município não atende mais suas exigências, passam a considerar a mudança de local. No caso do Porto Seco, trataremos a indústria com inovação, alguns itens como cereais poderão ser exportados a partir de containers, poderá se realizar a triagem na origem. O efeitos serão percebidos em diversos níveis como por exemplo, descongestinamento de Paranaguá, agilidade no despacho e, tudo isso, distribuindo renda por todo o estado e não apenas em algumas cidades como é o caso atual.”, Assim concluiu William Xavier, Vice Prefeito de URAÍ.

Comente