Uncategorized

Ney Leprevost explica a Requião
que Provopar não é do governo


Foi um lapso na memória do ex-governador Requião. Ele trocou as bolas e acusou o governo do Estado por iniciativa tomada pelo Provopar. Ora, pois, o secretário Ney Leprevost, lembrou a Requião que o Programa de Voluntariado Paranaense (Provopar) “não é do governo e que nenhum funcionário ou representante do Provopar tem autorização para arrecadar recursos usando o nome do Estado do Paraná”.

O secretário Ney Leprevost deixou bem claro que não tem ligação com os dirigentes da Provopar, entidade que se denomina uma associação civil, com personalidade jurídica de direito privado.

As ações sociais do governo são realizadas através da Superintendência Geral de Ação Solidária e “o Provopar não tem autorização para abordar empresários e nem pessoas físicas pedindo recursos em nome do Governo do Estado”, diz a nota de Ney Leprevost, secretário de Justiça, Família e Trabalho (Sejuf).

A nota é finalizada pela informação de que “o mérito, ou demérito, pelo oferecimento de tratamento gratuito com hidróxido de cloroquina será dos gestores da Provopar. Eventuais responsabilizações nas esferas civil e criminal por tais iniciativas deverão, se for o caso, ter endereçamento direcionado aos dirigentes do entidade e aos demais envolvidos nestas ações”, diz a postagem

O secretário da pasta esclarece que a nota foi em resposta a uma postagem feita pelo ex-governador do Estado, Roberto Requião, e pelo deputado estadual Requião Filho, na qual pedem explicações ao governo do Estado a respeito da criação de um Centro de Treinamento Imediato da Covid (CTI Curitiba), com apoio do projeto Sociedade Contra a Covid-19 e do Provopar. (Portal Bem Paraná).

3 Comentários

  1. O velhote tá gagá. Já não está falando coisa com coisa. E não quer reconhecer a senilidade e decrepitude avançada, ameaçando ainda candidatar-se a governador do Estado, Vade retro.

  2. Fazia parte do governo do estado, agora é uma organização civil. Entre as suas fontes de recursos, está a proveniente de doações via conta de luz da Copel. De quem é a Copel? É do povo? …rsrsrs… Vamos ser bem diretos: se o governo do estado tivesse interesse em esclarecer tudo isso, já teria feito… A verdade é que o governo é bolsonarista, principalmente pela influência do Sr. Ratinho Pai, o que é um direito dele! Democracia é isso! Às vezes vem acompanhada de ignorância, mas não deixa de ser democracia, ainda a forma de governo menos perversa.

Comente