Uncategorized

Morreu Contardo Calligaris


O psicanalista e escritor Contardo Calligaris morreu nesta terça-feira (30), aos 72 anos, em São Paulo. Ele estava internado no Hospital Albert Einstein, na Zona Sul de São Paulo, e fazia tratamento contra um câncer (veja mais no vídeo acima).

Em um post em rede social, o diretor de cinema Maximilien Calligaris, único filho do autor, escreveu: “‘Espero estar à altura.’ Diante da proximidade da morte, essa foi a frase do meu pai. Ele se foi agora”.

Considerado um dos principais psicanalistas em atividade no país e colunista da “Folha de S.Paulo” desde 1999, Contardo publicou em 17 de fevereiro seu último texto no jornal, no qual abordou o fim do governo Donald Trump nos Estados Unidos.

Nascido em Milão, na Itália, em 2 de junho de 1948, Contardo Luigi Calligaris teve o primeiro contato com o Brasil em 1985, quando veio dar palestras sobre seu primeiro livro de psicanálise, “Hipótese sobre o fantasma”.

Aqui se casou e, por um período, se dividiu entre os dois países, antes de se mudar de vez para o Brasil. Ao longo da carreira, também viveu e clinicou em Nova York, deu aulas em universidades nos Estados unidos e na França e lançou livros sobre psicanálise, além de volumes de ficção.

Sua obra ficou marcada por uma constante reflexão sobre a existência humana, passando por temas como a felicidade, as angústias contemporâneas e o sentido da vida.

Comente