Uncategorized

Traiano barra homenagem de deputado à ditadura militar


O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ademar Traiano (PSDB) rechaçou hoje a tentativa do deputado Ricardo Arruda (PSL), de fazer uma homenagem à ditadura militar, em memória aos 57 anos do golpe de 64, no último dia 31 de março. Na semana passada, a Assembleia aprovou a realização de um minuto de silêncio em homenagem às vítimas do governo militar, proposta pelo deputado Goura (PDT).

Arruda, então, propôs na segunda-feira outro minuto de silêncio, desta vez em homenagem aos militares que ele diz terem sido vítimas de movimentos de esquerda durante o governo de exceção. No mesmo dia, ele elogiou o golpe de 64, afirmando que nunca houve ditadura no Brasil. “Nunca houve ditadura no Brasil. O que houve foi o regime militar que tomou o poder a pedido da grande maioria da população”, alegou o parlamentar do PSL.

1 Comentário

  1. No Brasil teve Governo Militar, Regime Militar. Ditadura é bem diferente tanto é que vocês estão livres.

Comente