Uncategorized

Governo beneficia 5 mil famílias com o Programa Renda Agricultor

De acordo com o secretário da Justiça, Ney Leprevost, por determinação do governador Ratinho Jr, “os recursos do Renda Agricultor são investidos na geração de renda e na melhoria da qualidade de vida, como pequenas reformas que melhoram o saneamento básico, incentivo à produção para consumo próprio e impulso para o desempenho das atividades agrícolas”.

No intuito de incentivar pequenas propriedades e ampliar a qualidade de vida dos paranaenses, o programa “Renda Agricultor Paraná” atualmente beneficia mais de 5 mil famílias em situação de vulnerabilidade social da área rural de 156 municípios prioritários – em regiões com baixo IDH – com renda per capita mensal de até R$ 170.

A ação faz parte do programa Nossa Gente Paraná da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho do Governo do Paraná com apoio da Secretaria Estadual de Agricultura e Abastecimento, para atender as famílias que vivem no campo e transfere um valor de até R$ 3 mil reais às famílias da área rural que estão em situação de vulnerabilidade social. Os recursos são do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento).

RECURSOS – Em 2020, o Renda Agricultor Familiar destinou R$ 1,7 milhão a pequenos produtores paranaenses, mas o investimento para este ano quase dobrou. O Governo do Estado viabilizou R$ 3 milhões para atender outras mil famílias até o final de 2021. O secretário estadual da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara, comemora os resultados. “Estamos conseguindo ajudar os agricultores familiares, que são prioridade nas políticas públicas do Estado, a crescer e tornar seu produto mais competitivo no mercado”, diz.

INCENTIVO – O produtor Jean Freire da Silva Santos, de Marilândia do Sul, na região Norte do Paraná, trabalhou a vida toda na lavoura com o pai. Mas, no ano passado, ele e a esposa, Cristina Ferreira Martins, buscaram um novo caminho no próprio sítio. Agora, o casal investe em estufas para olericultura e planeja aumentar a produção neste ano, garantindo uma renda importante para o sustento dos cinco filhos. A estruturação da propriedade foi possível com a ajuda do programa Renda Agricultor Familiar, do Governo do Estado.

Jean Santos teve acesso ao benefício porque está inscrito no CadÚnico e no programa Família Paranaense. Após contato do IDR-Paraná, o agricultor explicou a necessidade de melhorias na propriedade de um alqueire e, com apoio técnico, desenvolveu um projeto para construção de estufa, aquisição de mudas e equipamentos como filtro e gotejador. “A ajuda dos técnicos foi essencial para nós, eles foram bastante atenciosos e deram dicas do que poderia ser feito no sítio”, conta o produtor.

Agora, o casal está financiando mais duas estufas, aderiu ao Cadastro de Produtores Rurais – CAD/PRO e, no próximo ano, tem o objetivo de integrar o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), regularizações importantes para ter acesso a mais projetos de custeio e investimento.

Comente